Autor:
Categoria:

"The Jazz Maker", ou a triste história de Jelly 'Roll' Morton

Morton misturou ragtime com elementos clássicos e blues. Isso o levou a afirmar que ele tinha inventado o jazz.

Jelly Roll Morton e sua triste história: biografia e fatos

Embora Jelly Roll Morton - Um nome do qual poucos devem ter ouvido falar, o músico foi - e ainda é - uma figura influente e pioneira no jazz. Já em sua primeira infância, Morton dominava vários instrumentos musicais, mas ele se destacava particularmente ao tocar piano. Nascido em Nova Orleans, em 1890, como Ferdinand Joseph La Menthe (embora fontes diferentes dêem seu sobrenome de maneiras diferentes).

Ele começou a tocar piano quando tinha 10 anos de idade. Ele logo começou a ganhar a vida brincando em casas públicas Nova Orleans. Morton logo começou a viajar pelo Sul. Ele também atuou em espetáculos de trovadores e peças de comédia nos Estados Unidos entre 1904 e 1917.

Um pouco de história: por que Morton é chamado de "o criador do jazz"?

Jelly Roll Morton
Jelly Roll Morton

Morton misturou ragtime com elementos clássicos e blues. Isto o levou a afirmar que ele inventou o jazz:

"Eu era o criador do jazz. Foi em 1902, quando eu concebi a idéia. Foi o meu estilo que agarrou o mundo pela garganta com um estrangulamento...".

Pimentos quentes vermelhos
Pimentos quentes vermelhos

Embora estas observações tenham incomodado muitos, a carreira de Morton continuou a florescer nos anos seguintes. Em 1917, ele se mudou para a Califórnia para jogar em boates. Em 1922, Morton havia deixado a costa oeste para Chicago (via Nova Orleans). Em Chicago, Morton obteve sucesso com uma banda conhecida como Pimentos quentes vermelhos (foto acima). A banda gravou várias músicas entre 1926 e 1930, incluindo 'Black Bottom Stomp' e 'Grandpa's Spell'. Isto acabou levando à fama generalizada da Morton.

Nessa época, ele estava no auge de sua fama e carreira. No início da década de 1930, no entanto, a fortuna de Morton tinha acabado. Sua música, embora impressionante, foi considerada obsoleta. Morton mudou-se para Nova York, mas sua carreira continuou a desmoronar. A Grande Depressãoprovavelmente contribuiu para seus fracassos...

Incidente fatal

Jelly Roll Morton
Jelly Roll Morton (centro)

Morton mudou-se para Washington DC no final da década de 1930. Lá ele encontrou trabalho gerente do clube de jazz. Morton continuou a atuar, e em 1938 era exatamente isso que ele estava fazendo quando foi atacado. Embora os detalhes do incidente sejam escassos, sabe-se que Morton sofreu facadas na cabeça e no peito... Embora ele tenha sobrevivido, os ferimentos levaram a problemas respiratórios crônicos. Morton tomou então a decisão de retornar a Los Angeles. Apesar de sua saúde precária, ele procurou reavivar sua carreira moribunda.

Infelizmente, Morton nunca teve a chance de voltar à ação. Pouco tempo depois de marcar um show em Los Angeles, ele foi hospitalizado. Jelly Roll Morton morreu 11 dias depois de ser hospitalizado 10 de julho de 1941. Ele tinha apenas 50 anos de idade.

O legado de uma lenda do jazz

Jelly Roll Morton
Jelly Roll Morton

Apesar de suas raízes em Nova Orleans, Morton foi enterrado no leste de Los Angeles no Cemitério do Calvary. Antes de sua morte, ele foi entrevistado por um musicólogo Alan Lomaxque também conseguiu gravar a lenda do jazz tocando ao vivo no final de seus dias.

Embora a música de Morton tenha se perdido com o tempo, ela acabou sendo reavivada em 1990-х anos. As gravações foram liberadas, as quais ele gravou com Lomax. Além disso, uma peça da Broadway estreou em 1992 "O último doce de geléia". sobre Morton, estrelado por Gregory Hines.

Morton entrou na obscuridade muito antes de sua morte por uma variedade de razões. Em primeiro lugar, Morton foi considerado por muitos como muito vaidoso. Além disso, ele não poderia receber royalties por sua música. O próprio músico, no entanto, culpou sua queda por maldição voodooO fato é que ele já está ausente há quase um século. Ele já se foi há quase um século! Mas ele ainda é considerado uma lenda do jazz, embora poucos saibam seu nome...

"Morton pegou uma espécie de música bruta e coletiva de Nova Orleans, depois a poliu e criou uma coerência que nunca tinha existido antes. Ele era um compositor e arranjador extremamente brilhante. Ele estava na origem do jazz", disse certa vez o historiador Bruce Boyd Raeburn.

"Mongol Shudan - reis domésticos de anarco-rocha

Mongol Shudan band: história da criação, line-up, melhores músicas, fatos interessantes, influência O rock russo é um gênero único, que deu ao ouvinte nativo uma enorme coleção de material, que pode ser a inveja de...

Um verdadeiro ídolo popular: Joe Dassin e a Rússia

Tudo sobre Joe Dassin: anos iniciais, sucessos e amor à Rússia Apesar do fato de que muitos artistas muitas vezes saíram da Rússia porque não lhes foi dado...

O melhor álbum de Ken Hensley que os fãs do Uriah Heep não ouvem, mas lembrem-se de cor

Tudo sobre "Palavras Orgulhosas em uma Prateleira empoeirada": história da criação, trilhas, sucesso Não é raro que músicos que tocam em uma banda há muito tempo que queiram ir sozinhos. Alguns dos...
Artigos relacionados

Os álbuns mais fortes do rock russo dos anos 90 de acordo com a revista Fuzz Music - Top 6

Os 6 álbuns mais legais de rock russo dos anos 90 de acordo com a Fuzz Music Nos anos 90, a música se encontrava no ponto de virada das eras. Eventos políticos importantes na história da...

Luciano Pavarotti: a história do tenor lírico icônico da Itália

Biografia do cantor italiano Luciano Pavarotti: Infância, carreira, legado A Melodiosa Itália deu ao mundo sua linguagem mais musical e acrescentou muitas cores ao gênero de teatro musical de ópera. Apesar de...

O encantador Emmylou Harris é uma lenda da música country

Cantora country Emmylou Harris: Biografia, arte, discografia, prêmios A música folclórica e country é frequentemente deixada para trás da popularidade de outros gêneros de música, particularmente rock ou hip-hop....

Eles cantavam sobre algo que tocava a todos: «Combinação» - o grupo pop mais quente dos anos 90

Tudo sobre a banda Kombinatsiya: história da criação, concertos, contemporâneos Na virada dos anos 80 e 90, muitas coisas estão mudando no palco nativo. As canções austeras e comoventes foram substituídas por...

Mais do que colegas artistas: bandas icônicas que nunca mudaram de linha

Faixas de rock que nunca mudaram sua formação - lista, fotos e nomes, fatos interessantes A história da música conhece um grande número de bandas de rock. Esta forma de fazer música é atualmente...

Parte 2. «A vida na estrada»: o que Brian Johnson fez em sua velhice

Brian Johnson: carreira e fim da carreira, novos projetos Após o fim de sua carreira, os músicos de rock ou se aposentam e dedicam mais tempo a si mesmos, ou tentam buscar novas...

A mesma canção de «Guarda-costas»: o significado vai mais fundo

Tudo sobre a canção "I Will Always Love You": história da criação, performance, sucesso Acontece frequentemente que entre artistas que interpretam a mesma canção, mas em estilos diferentes,...